quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Problemas com amamentação? Você já ouviu falar em relactação/translactação?

Eu sempre conto que quando a Manu nasceu, após 6 dias de fraldas sem xixi e de uma intensa desidratação, tivemos que entrar com leite artificial por recomendações médicas. Como muitas mães eu fui relutante e fiquei imensamente frustrada com o fato da mamadeira ter ganhado a batalha.

Eu tentei quase tudo o que me disseram, mas eu não tive sucesso e depois de três meses de vida a Manu recusava o meu peito. Era só ameaçar oferecer que ela abria o berreiro que só cessava com a chegada da bendita mamadeira.

Esse momento desesperador com o médico de um lado dizendo que seu bebê está perdendo peso e você tendo que abrir mão da amamentação exclusiva não precisa terminar sempre do mesmo jeito. Existem técnicas e muitos profissionais mais preparados para o aleitamento e vale cada centavo uma consulta com um especialista.

Uma técnica bastante indicada, mas ainda pouco conhecida para todos nós é a relactação. A amamentação está diretamente relacionada com os estímulos recebidos com a sucção dos bebês que enviam para o nosso cérebro o comando de produção de leite. Porém, o tempo do corpo de cada muito mulher é muito diferente e talvez a gente precise de ajuda para entender quais soluções podem nos auxiliar.


Foto: Do Instagram da atriz Barbara Borges amamentando o seu filho

Para alguns casos a técnica de relactação pode ser uma saída. Uma sonda do tipo nasogástrica (daquelas fininhas de hospital) é fixada, com fita hipoalergênica no nosso mamilo e a outra ponta é mergulhada em um recipiente com leite (pode ser o humano obtido em banco de leite ou o artificial, mas tem muita discussão entre as duas opções).

O bebê vai receber o alimento que precisa sem necessariamente deixar o peito de lado, vai continuar estimulando a mama da sua mamãe, aumentando a produção dos hormônios responsáveis pela produção do leite materno, sem a necessidade de introduzir o bico artificial da mamadeira.
Interessou-se? Procure seu pediatra ou especialistas em amamentação que poderão auxilia-la a entender se seu caso e se for necessário, introduzir por um período a técnica até a sua rotina se normalizar.

Fonte: http://bebe.abril.com.br/gravidez/relactacao-conheca-a-tecnica-que-torna-possivel-voltar-a-amamentar/

Nenhum comentário:

Postar um comentário