quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Meu filho não senta para comer, e agora?

Ontem estava conversando com uma amiga e ela me contou que o sobrinho dela quase nunca se senta à mesa para comer. A hora da refeição é sempre uma maratona, com a família correndo pela casa com a colher na mão atrás do pequeno para que ele coma tudinho.

IMG_2734

Aqui em casa isso é bem diferente, e Alice se senta à mesa com a gente para comer desde muito cedo, come sozinha, come tudo e não faz mais sujeira. O segredo? Eu não faço ideia! Afinal, nada na criação tem receita. Entretanto acredito que algumas decisões que tomamos ao longo da iniciação alimentar da Alice contribuíram muito para isso. Vejam abaixo:

- Desde que começou a jantar, aos 7 meses, Alice fica na mesa com a gente na hora da refeição. Antes disso tínhamos o hábito de comer no sofá, mas como alimentar um bebê no sofá beira o impossível, já nessa época a colocamos no cadeirão e começamos a nos alimentar todos juntos. Isso virou hábito e regra. Todos sempre nos alimentamos juntos e na mesa. Café da manhã, almoço e janta.

- Com 1 aninho, quando a Alice começou a comer a mesma comida que a gente, passamos a deixá-la comer sozinha algumas vezes. Sempre que ela se interessava pela textura da comida, dávamos na mão dela.

- Com 1 ano e meio ela já fazia todas as refeições sozinha, exceto o mingau, que ainda nào tenho coragem por conta da consistência mais líquida.

- Mesmo fora de casa, ela come sozinha. Minha mãe ficava com ela pela manhã e dava almoço, e desde que a habituamos a comer sozinha em casa, minha mãe fez o mesmo na casa dela. Como lá não tinha cadeirão, ela colocava uma toalha no chão e dava o prato no mão da Alice.

- Nunca nos preocupamos com a sujeira. Nessa época comprei um aspirador de pó, e sempre deixamos a Alice a vontade para conhecer as comidas e fazer sujeira, desde que fosse sem querer. Algumas vezes ela fazia graça e jogava a comida do prato de propósito, e nessa hora sempre chamávamos a atenção, ensinávamos que não pode. A bagunça chegou a ser tanta que uma vez ela jogou o prato todo para o alto, e foi dali direto para o castigo. Entretanto deixávamos sempre claro que o problema ali era o desperdício, que nào se pode jogar comida fora, e não a sujeira. 

- Sempre apresento alimentos diferentes, na cor e na textura. Alice gosta muito dessa variação. De uns tempos para cá, por exemplo, ela tem amado comer cenoura crua, enquanto eu faço a janta. Aproveito para dar palitinhos, rodelinhas, vários formatos nas mãos dela para provar.

Como eu disse, não é regra, claro. Mas com certeza essas dicas podem ajudar às mamães e papais que estão desesperados com crianças correndo pela casa. Aqui a regra é: se não sentar na cadeirinha, não come. No começo dá trabalho, mas é recompensador.

E na sua casa, como é a hora das refeições?

3 comentários:

  1. que tipo de cadeirinha usasse pra ela ficar à mesa com voces? usei daquelas pequenas, q acopla a uma cadeira normal, mas meu filho nao quer mais ficar nela. só quer comer andando pela sala! se eu boto a trava na cadeira, ele enlouquece! nao quer ficar d jeito nenhum! meu email rafaela.tabosa@gmail.com n sei se quando tu me responder, vou ver teu comentario aqui. bjos!

    ResponderExcluir
  2. que tipo de cadeirinha usasse pra ela ficar à mesa com voces? usei daquelas pequenas, q acopla a uma cadeira normal, mas meu filho nao quer mais ficar nela. só quer comer andando pela sala! se eu boto a trava na cadeira, ele enlouquece! nao quer ficar d jeito nenhum! meu email rafaela.tabosa@gmail.com n sei se quando tu me responder, vou ver teu comentario aqui. bjos!

    ResponderExcluir
  3. Oi eu já não sei o que faço minha filha fica com minha mãe, enquanto eu trabalho, nunca tive cadeirão, quando comecei a alimentação da minha filha tudo em ordem, assim que voltei a trabalhar minha filha fica com minha mãe e ela acostumou minha filha a comer só no colo e em pé passeando pela casa, não sei mais o que faço!

    ResponderExcluir