quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Gravidez – dores na pélvis e virilha

Lá pelo quarto mês de gestação da Manu eu comecei a sentir umas dores muito fortes na virilha, algo como pontadas, mas que chegavam a tornar o ato de andar um desafio. Eu cheguei a me ausentar do trabalho na época pois não conseguia mexer direito as articulações da pélvis.

Falei com o meu obstetra e ele me explicou que esse tipo de dor é muito comum, mais do que se imagina, pois aproximadamente 50% das gestantes sentem esse tipo de incomodo.

IMG_1373

A explicação científica segundo minhas pesquisas é que nosso corpo produz um hormônio chamado relaxina, que faz o que o próprio nome diz, relaxa os ligamentos das articulações tornando-os mais elásticos. O objetivo da sábia mãe natureza é facilitar a passagem do bebê, deixando as articulações mais soltas o que gera muita pressão e pode acarretar em dores nessa região.

Em alguns casos mais graves e também mais raros, a grávida pode ter um problema conhecido como disfunção da sínfise púbica, quando a dor é totalmente incontrolável, incapacitando os movimentos, sendo necessário até um tratamento especializado.

SINTOMAS

Eu sentia uma dor mais forte de um lado, mas você pode sentir em ambos ou até aquela sensação de que a dor irradiou para as nádegas.

Li que outras sensações são a impressão de estar "saltando" de um lado para o outro, como se as juntas estivessem soltas, além de dor nas costas e na parte da frente da pélvis.

No meu caso, eu sentia uma dor na parte de trás das pernas e no quadril, além disso minhas pernas ficavam fracas e eu sentia como se fosse uma câimbra que travava a minha movimentação. Levantar as pernas deitadas também era algo bem dolorido para mim.

Essa dor pode acontecer no primeiro trimestre ou nos dias antes do parto, mas é mais comum no segundo trimestre quando seu corpo começa a assumir um novo peso.

SEGUNDA GRAVIDEZ

É muito provável que esse cenário se repita em todas as suas gestações, é uma reação característica do seu corpo diante das mudanças que ele sofre.

Quem sofre da disfunção da sínfise púbica poderá até sentir dores após o parto, dependendo do caso pode até ser recomendado um tratamento e apenas após o quadro de melhora é indicada a possibilidade de outra gestação.

COMO TRATAR

· Exercícios Físicos – eu fiz yoga e me ajudou muito a atenuar as dores que eu sentia

· Melhora da postura nas atividades diárias – converse com um fisioterapeuta, ele poderá indicar melhores posições para que você sinta menos dor.

· Eu usei aquelas cintas de suporte para aliar o peso da barriga em cima dos meu quadris. Alguns especialistas sugerem isso.

· Calcinhas próprias para gestantes, com a cintura mais alta, ajudam na sustentação da barriga e no alivio do peso no quadril

· Fiz muita massagem para aliviar as dores e estimular a circulação sanguínea.

Fonte: http://brasil.babycenter.com/a5900079/dor-p%C3%A9lvica-quando-a-virilha-e-a-bacia-doem-na-gravidez#ixzz3L1k4YzWZ

Nenhum comentário:

Postar um comentário