quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Dicas para gastar menos na compra de material escolar

Aqui em casa já chegaram o contrato e valores para a reserva de vaga da Alice no Mini-Maternal. Só que estamos de mudança, e a Alice terá que mudar, inclusive de escola, por isso coloquei esse assunto na gaveta e só vou resolver mesmo em janeiro.

Mas para quem nào está mudando a vida de cabeça para baixo, como eu, já é hora de pensar nos materiais escolares do próximo ano. Afinal, não tem porque deixar para a última hora, não é?!

IMG_2787

Quem compra antecipadamente os itens da lista escolar garante o acesso a lojas ainda vazias sem a correria esperada do fim de ano, mais qualidade no atendimento e preços fora da alta esperada do “volta às aulas”.

Marcelo Goberto, empresário e fundador do site Sua Lista Escolar, recomenda que, antes de efetivar as compras, deve-se pesquisar bastante. “É uma tarefa árdua, pois exige muito tempo e paciência. Entretanto, é fundamental que seja feita, pois somente assim se conseguirá uma real economia e a definição do melhor local para comprar”.

No entanto, é preciso se apressar para assegurar os preços ainda baixos.

Veja algumas dicas sobre como efetuar uma pesquisa de material escolar mais rápida e efetiva:

- A regra para uma negociação vantajosa é que ela seja feita antes do período de volta às aulas, que se inicia em janeiro;

- Converse com outros pais que queiram adiantar a compra dos materiais e faça um grupo para tentar barganhar mais descontos com os lojistas. Faça uma lista bem detalhada de todos os itens que irão compor a compra com os outros pais. Desta forma, é possível dividir as tarefas de pesquisa entre todos e, assim, efetuar um comparativo final para negociar junto ao lojista;

- Conheça a marca do produto que deseja comprar e procure saber a opinião de quem já experimentou o referido fabricante;

- Embora o preço seja o principal atrativo para quem não quer desperdiçar dinheiro, é importante ficar atento quanto à qualidade e durabilidade dos produtos. Os valores podem variar bastante em questão da marca, qualidade, durabilidade e acabamento. Nem sempre um produto mais barato é a melhor opção, pense nisso!;

- Prefira fornecedores de produtos que atendam às normais vigentes (ABNT) e que praticam preços justos;

- Escolha 10 produtos diversos da lista de material, de preferência por itens de grupo (caderno, lápis, caneta, mochila, livro, artesanato, papel etc.);

- Defina as marcas de sua preferência para cada produto, no máximo duas por item;

- Consulte pelo menos três locais, lojas físicas ou virtuais;

- Anote as formas de pagamento e as vantagens oferecidas na opção à vista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário