segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Qual a idade para iniciar a alimentação complementar?

Por Vivian Zollar

Certamente essa dúvida paira sobre a cabeça da maioria das mamães, especialmente as de primeira viagem que recebem orientações diversas.

IMG_2669

Pensando nisso, vamos iniciar nossa coluna com o pé direito, esclarecendo qual o melhor momento para iniciar com a alimentação para o bebê.

Nos últimos anos a recomendação da OMS e de diversas instituições relacionadas à pediatria é que até os seis meses de vida a criança receba exclusivamente leite materno, ele é o melhor que a criança pode receber, nutricionalmente completo e sem a necessidade de oferecer quaisquer complemento.

E se a criança recebe fórmula infantil, o que fazer?
Se a criança faz uso de fórmula infantil, total ou parcial, vale a mesma regra: iniciar a introdução de alimentos aos seis meses de vida. Pois, apesar do leite materno ser único, as fórmulas têm evoluído muito nos últimos anos.

Já ouvi dizer que quando a criança usa fórmula infantil, os alimentos devem ser oferecidos aos 4 meses, e agora?
Até certo tempo atrás havia de fato essa recomendação, mas hoje a ciência nos proporciona informação suficiente para saber que a introdução precoce de alimentos pode causar uma série de problemas ao bebê, e que mesmo a fórmula infantil, recomendada individualmente para cada caso, até os seis meses fornece uma nutrição adequada.

Quais os problemas relacionados à oferta precoce de alimentos?
Os primeiros meses de vida do bebê representam um período de “imaturidade fisiológica” relacionado, entre outros aspectos, com a digestão e absorção de nutrientes. Neste período introduzir alimentos precocemente pode aumentar o risco de alergias, cólicas, diarreia, a curto prazo, e também para complicações como anemia ou excesso de peso, a médio e longo prazo.

E se a criança for para creche ou berçário, melhor antecipar a introdução de alimentos?
É comum crianças chegando aos berçários aos quatro ou cinco meses, mas isso não significa que a introdução de alimentos deve ser antecipada. A criança pode ser inserida na rotina escolar fazendo o uso de leite materno ou fórmula infantil exclusivamente, e iniciar a alimentação na idade recomendada.

* Importante: há indicações diferentes em situações específicas quando não há aceitação de leite materno, fórmula ou ainda quando a criança apresenta ganho de peso insuficiente, por isso a avaliação individual é sempre necessária. As informações que constam aqui são recomendações gerais para crianças saudáveis.

Se você tem dúvidas sobre como começar a oferecer alimentos para o bebê, acompanhe nossa coluna, esse será o próximo assunto!

Nenhum comentário:

Postar um comentário