segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Sobre essa história de mãe em tempo integral

Ouço e leio tanta gente usando o jargão “mãe em tempo integral” que vim hoje aqui fazer um desabafo: Sim, eu sou mãe em tempo integral!

Foto 20-10-14 15 19 49

E sou uma mãe em tempo integral que trabalha fora, veja só. Afinal, eu não deixo o meu papel de mãe em casa quando saio para trabalhar. Não sou mãe meio período, não sou mãe de final de semana, e nem tenho opção ou quero que seja sim. Sou mãe integral com muito orgulho.

Sou mãe em tempo integral que levanta às 7h, e quando saio do banho minha pequena já está tomando café da manhã. Corro para arrumar sua mochila, escovar seus dentinhos e limpar o nariz. Sou mãe em tempo integral que deixa a filha na escola de manhã e corre para a empresa, resolve um monte de pepinos e fica com o site da escolinha aberto na câmera para ficar de olho no peixe sempre que possível.

Sou mãe em tempo integral que comanda uma empresa, que lidera equipe, que toma decisões importantes, e no meio de tudo isso decide o cardápio para o jantar, faz o pedido das compras pela internet e planeja os passeios do final de semana. Sou mãe em tempo integral que não admite ficar com o celular sem bateria, seja para trabalhar ou para uma emergência médica.

Sou mãe em tempo integral do tipo que larga tudo na sexta-feira às 16h, mesmo com muita coisa ainda para resolver antes do final de semana, porque o celular tocou e a bebê está com febre. Sou do tipo de mãe em tempo integral que larga tudo pela metade e corre para o PS quando precisa, mas que trabalha de domingo para compensar a falta da semana, enquanto a bebê está se divertindo na casa da vovó. E no final de cada dia ainda tenho fôlego para fazer o jantar, colocar a mesa e passar um momento feliz em família (que muitas vezes acaba com a mãe em tempo integral colocando a filha de castigo porque jogou arroz pela casa toda, porque fez malcriação ou porque puxou a toalha da mesa).

Sou tão mãe em tempo integral quanto a mãe que não sai para trabalhar de manhã, mas que trabalha um monte cuidando dos filhos o dia todo, cuidando da casa e muitas vezes ficando mais cansada do que eu.

Sim gente, somos todas mães em tempo integral. Trabalhando dentro de casa ou fora dela, porque realmente ainda não descobri (e nem quero!) como ser mãe só meio período.

Nenhum comentário:

Postar um comentário