quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Fogão: Um perigo para as crianças

Quando meu marido era pequeno, ele abriu a tampa do forno, usou como escadinha e tentou pegar uma panela que estava em cima do fogão. Adivinha o que aconteceu? Bum! O fogão caiu em cima dele, cortou o supercílio e ele até hoje tem uma cicatriz nessa região. Minha sogra conta que foi só uma pequena distração e em frações de segundo tudo isso aconteceu.

Fogão

Fonte: http://clickportal.com.br/site/index.php?option=com_content&view=article&id=5819%3Aos-perigos-de-deixar-a-crianca-sozinha-em-casa&catid=49%3Amaterias&Itemid=74

Como eu já ouvi essa história algumas vezes eu comecei a ficar neurótica com esse lance de criança na cozinha ou perto do fogão. Saio correndo pela casa como uma louca quando percebo a Manu muito quieta.

E não sei se criança gosta de perigo, mas a Manu sempre corre para o fogão e fica querendo brincar com os botões da boca ou no espelhado da porta do forno.

A ONG Criança Segura, que se dedica à promoção da prevenção de acidentes com crianças e adolescentes até 14 anos da algumas dicas de segurança em relação ao fogão:

· Use as bocas de trás do fogão para cozinhar, com os cabos das panelas virados para dentro, evitando que as crianças alcancem as panelas e entornem algo quente sobre elas.

· Evite mexer no fogão enquanto carrega seu filho no colo, não mexa em panelas e nem carregue recipientes com líquidos quentes.

· Não fique perto das crianças se estiver bebendo algo quente. Até um simples chá quentinho pode gerar uma queimadura séria.

· Não utilize toalhas de mesa cumpridas ou jogos americanos para apoiar pratos quentes, as mãozinhas curiosas podem puxar e causar um grave acidente.

· Não deixe seu pequenino entrar na cozinha se estiver com o forno ligado ou desligado recentemente, ao encostar ele poderá se machucar.

Segundo a Revista Pais&Filhos, até outubro de 2013, 2582 crianças foram hospitalizadas por causa de alguma queimadura gerada em acidentes domésticos com água quente ou calor.

Fonte: Revista Pais & Filhos 534 – ano 46 – setembro 2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário