sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Aposentadoria – Saiba como Contribuir com a Previdência Social

Muitos pais ou mães param de trabalhar por um período ou definitivamente com o objetivo de cuidar dos filhos. Essa é sempre uma decisão difícil por que além da carreira, deixamos para trás muitos benefícios como plano de saúde ou previdência social.

Eu sou uma dessas mães e gostaria de dar um conselho, se você ainda não contribui, comece a pagar a previdência social para garanti que seus anos parados sejam somados ao seu pedido de aposentadoria no futuro. Isso é muito importante amigos, cada mês perdido é um mês que você adia o seu descanso remunerado de direito.

Você sabe como contribuir para Previdência? Existem dois tipos de público, o que já trabalhou com carteira assinada e possui uma numeração de PIS ou aqueles que nunca recolheram nenhum imposto ou foram registrados.

Quem nunca trabalhou ou não é aposentado em outra categoria precisará primeiro se inscrever no site da Previdência Social (www.previdencia.gov.br) para poder gerar um número de PIS.

Quem já trabalho CLT não precisa se preocupar em se registrar, pois você já possui um número PIS.

Ambos os casos serão contribuintes facultativos. Você deverá comprar um Carnê da Previdência Social (igual ao da foto, vende em qualquer papelaria) e preencher mensalmente uma folha com os dados referentes ao mês que passou (você só poderá fazer isso até o dia 15, caso contrário pagará multa), por exemplo, em setembro você contribui a competência de agosto.

IMG_8177

IMG_8179

Segundo o site da previdência: “O valor da contribuição como facultativa pode ser de 11% ou 20%. Se a dona de casa escolher contribuir com 11%, o valor será sobre um salário mínimo (hoje, R$ 724,00 ). Esta contribuição de 11% faz parte do Plano Simplificado. Podem se filiar nessa modalidade o segurado facultativo e o contribuinte individual sem relação de trabalho. Quem contribuir nessa modalidade não tem direito a aposentadoria por tempo de contribuição, apenas a aposentadoria por idade (60 anos para mulheres e 65 anos para os homens).”

Eles ainda complementam que se você optar por recolher sobre 20% do salário de mínimo a segurada tem direito a se aposentar por tempo de contribuição quando completar 30 anos de tempo de contribuição para mulheres  e 35 anos para os homens. Podem também se aposentar por idade, aos 60 anos se mulher e 65 anos, se homem, desde que possuam ambos  no mínimo 180 meses de contribuição.

Se você for de uma família de baixa renda e sem renda própria, você pode se inscrever na Previdência como segurada facultativa de baixa renda pagando uma alíquota reduzida de 5% do salário mínimo. Atenção: para ter direito à contribuição reduzida é preciso estar inscrita no CadÚnico, o cadastro dos programas sociais do governo federal.

Ficou em dúvida? Não se preocupe, eu tive um monte, ligue para a Central de Atendimento da Previdência Social no número 135, acesse o site www.previdencia.gov.br  ou em qualquer Agencia da Previdência Social em todo o Brasil.

Eu liguei com o carnê na mão e fui perguntado campo por campo o que eu preenchia e o atendente foi muito solicito, pode ficar tranquilo.

Papais, cuidem do seu futuro!

Nenhum comentário:

Postar um comentário